sábado, 27 de fevereiro de 2016

Língua Materna - a base da nossa comunicação!


21/02 - Dia Internacional da Língua Materna - Educação de qualidade, língua(s) de ensino e resultados de aprendizagem

 

Mensagem de Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, por ocasião do Dia Internacional da Língua Materna, 21 de fevereiro de 2016

O tema do Dia Internacional da Língua Materna de 2016 é “Educação de qualidade, língua(s) de ensino e resultados de aprendizagem”.

Isso destaca a importância da língua materna para a educação de qualidade e a diversidade linguística, para fazer avançar a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Em seu Objetivo de Desenvolvimento Sustentável n. 4, a Agenda 2030 enfoca a educação de qualidade e a aprendizagem ao longo da vida para todos, com o objetivo de permitir que todas as mulheres e todos os homens adquiram habilidades, conhecimento e valores, para se tornar tudo o que desejarem e participar de maneira plena em suas sociedades. Isso é especialmente importante para meninas e mulheres, assim como para minorias, povos indígenas e populações rurais. Ademais, isso se reflete no Marco de Ação para Educação 2030, um roteiro para implementar a Agenda 2030, incentivar o pleno respeito pelo uso da língua materna no ensino e na aprendizagem e, por fim, promover e preservar a diversidade linguística.

O multilinguismo é essencial para fazer avançar esses objetivos – é crucial para o sucesso de toda a Agenda 2030, no que diz respeito ao crescimento, ao emprego e à saúde, assim como ao consumo e à produção sustentáveis, e à mudança climática.

A UNESCO tem o mesmo foco para fazer avançar a diversidade linguística na internet, por meio do apoio aos conteúdos locais relevantes, assim como à alfabetização midiática e informacional. Por meio dos Sistemas de Conhecimento Local e Indígena (Projeto LINKS), a UNESCO destaca a importância das línguas maternas e locais como canais para salvaguardar e compartilhar culturas e conhecimentos autóctones, que são amplos acervos de sabedoria.

As línguas maternas em uma abordagem multinguística são componentes essenciais da educação de qualidade, o que em si é a base para o empoderamento de mulheres, homens e suas sociedades. Devemos reconhecer e alimentar esse poder, com o objetivo de não deixar ninguém para trás, para construir um futuro mais justo e sustentável para todos.

Esta é a mensagem da UNESCO neste Dia Internacional da Língua Materna. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário