quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Se não fosse a Comunicação...


Ah, a Comunicação!
O tempo pode passar, os meios podem se transformar; mas, comunicar continua sendo essencial.
Especialmente, quando só nos chega à mente a imagem de um mundo dominado pelo ceticismo, onde o lado bom e humano da vida parece ter perdido o espaço.
De repente, uma boa-nova nos chega de presente! Uma gota de esperança em pleno mar revolto. Sentimentos, pra lá de especiais, descobrem um meio de se comunicar.
Finalmente, os laços serão refeitos, as palavras presas à garganta serão ditas, os olhos dirão através do seu brilho...
É isso que aconteceu com Norwood Thomas e Joyce Morris.

Nenhum comentário:

Postar um comentário